A Prefeitura de São Sebastião, por meio da Fundação Educacional e Cultural Deodato Sant’Anna (FUNDASS), desde o começo desta gestão, vem trabalhando para aprimorar as instalações municipais dedicadas à cultura e ao lazer.

Durante esse momento de isolamento social devido à Covid-19, algumas obras foram concluídas para que a cidade esteja pronta para receber os cidadãos quando essa pandemia passar.

O Teatro Municipal, no Centro, foi revitalizado após 18 anos de sua inauguração. Contou com trocas de cadeiras, poltronas, cortinas, iluminação cênica, ar-condicionado e substituição de cabeamentos e fiação elétrica.  O investimento de aproximadamente R$ 1,4 milhão vai proporcionar mais conforto e segurança aos espetáculos.

Também no Centro, a Biblioteca e Videoteca Municipal passaram por grandes mudanças. Além de a sede ter mudado de local, o prédio teve reformas como: instalação de ares-condicionados; construção de cozinha, banheiros com acessibilidade e cafeteria; cobertura externa em pergolado de vidro e madeira; mobiliários novos; espaço dedicado a ambiente lúdico infantil e de leitura. O investimento foi de aproximadamente R$ 770 mil. Hoje o espaço tem a capacidade de abrigar mais de 28 mil livros e atender 1.500 leitores.

Já o Centro Comunitário e Polo Cultural, localizado na Topolândia, foi totalmente revitalizado e entregue à comunidade. A instalação passou por troca do piso interior e dos espelhos da sala de dança; revitalização da copa e da sala de atendimento; instalação de forro; colocação de piso flutuante; substituição do piso de madeira da sala de capoeira e de toda a fiação elétrica; e ampliação de salas, que passam a ser no total de sete cômodos. Toda a reforma foi pensada em possibilitar um maior atendimento a seus alunos.

A FUNDASS (Fundação Educacional e Cultural Deodato Sant’Anna), no Centro Histórico, ganhou recentemente uma sede administrativa própria. O espaço, que possui 552m², conta com 10 salas computadorizadas e climatizadas, além de uma área para ateliê. A reformulação e a organização do local foram feitas pelos próprios funcionários da Fundação, gerando assim economia para os cofres públicos do município.

A atual gestão preza pela cultura e lazer do sebastianense, ao investir em instalações que contribuam para o bem-estar, incentivam a educação e promovam a história local.